CRASH – Ruptura e resistência

Mostra Internacional de Cinema Fantástico será realizada em Goiânia entre os dias 12 e 16 de dezembro e contará com a presença dos mais icônicos e renomados diretores, cinéfilos e especialistas em cinema de gênero do Brasil

0 67

O cinema de gênero toma conta do Cine Cultura, em Goiânia, entre os dias 12 e 16 de dezembro. Serão 74 filmes vindos de 21 países, além de lançamentos de livros, debates e oficinas gratuitas. A décima edição da Mostra Internacional de Cinema Fantástico – CRASH chega como resistência e ruptura. “A palavra crash remete a uma ideia de quebra, ruptura e há algo de potente e dinâmico nesta expressão tão utilizada como onomatopéia nas histórias em quadrinhos. Quebra, ruptura, potência e dinamismo estão no cerne do tipo de cinema que buscamos trazer à tela do festival. Por outro lado, para quem nos acompanha desde o princípio, é moleza estabelecer uma associação com a velha alcunha trash”, explicam os organizadores da mostra, Márcio Jr. e Márcia Deretti, da MMarte Produções.

O mais antigo festival de cinema produzido em Goiás, em voga desde a década de 1990, foi até 2017 chamado de TRASH, uma referência às produções caseiras e de baixo orçamento produzidas nas décadas de 1980 e 1990, geralmente em fitas VHS. Hoje, o termo não traduz mais a realidade. A palavra trash está mais ligada ao gênero (terror, sobretudo) do que à qualidade. “Por isso, já advertíamos ano passado que de trash, na TRASH, só o nome e logo mais nem isso. É um festival internacional de cinema fantástico de qualidade irrepreensível, feito por e para quem ama cinema”, enfatizam os organizadores.

Essa “ruptura”, entretanto, levou três edições consecutivas para acontecer. Durante, esses anos de transição, a mostra se internacionalizou e amadureceu o propósito de divulgar o cinema de gênero, que inclui terror, ficção científica e fantasia. Por isso, a décima edição apresentada este ano, sob novo nome, se torna tão emblemática e consolida toda uma história pioneira em Goiás não só no que tange ao cinema de gênero, mas também à produção de festivais de cinema no estado.

A Arte como um campo de luta e resistência
Além de oferecer uma programação vasta e gratuita à população, que inclui filmes, oficinas e debates, dentre outras atividades, a 10ª CRASH assume grande importância ao trazer à tona a reflexão acerca do papel do cinema de gênero na construção ou desconstrução de ideologias. “O Brasil vive dias sombrios, com o futuro se revelando ainda mais negro e assustador. Em panoramas similares, o cinema fantástico sempre ofereceu respostas à altura dos dilemas de sua época”, analisa Márcio Júnior, que é mestre em Comunicação pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e doutorando em Arte e Cultura Visual pela mesma universidade. Deretti complementa: “Em películas como Nosferatu, O Gabinete do Dr. Caligari e Metrópolis, o expressionismo alemão anteviu e fez contundentes alertas à chegada do nazismo. Durante as décadas de 1950 e 1960, os filmes B americanos trataram de forma única o macarthismo, a Guerra Fria e a paranóia nuclear. O cinema fantástico tem, portanto, essa inesgotável capacidade de problematizar questões que nos afligem hoje”.  Traduzindo em miúdos, é o que o emblemático escritor de ficção científica Philip K. Dick chamaria de “choque de desreconhecimento”, a crítica da própria sociedade por meio das alegorias criadas por obras que distorcem a realidade tal e qual a vemos a olho nu.

Com este viés em mente, Márcia Deretti e Márcio Jr. reuniram os mais renomados especialistas para compor a curadoria do festival: Carlos Primati e Beatriz Saldanha (especialistas em cinema de gênero), o cineasta udigrúdi (cinema marginal ou de invenção) Gurcius Gwedner e o cinéfilo André LDC. Foram selecionados 74 filmes (sendo dez destes de longa-metragem) de mais de 20 países, “que divertem ao mesmo tempo que escarafucham nossas mais terríveis mazelas contemporâneas”. “Fascismo, tortura, homofobia, regimes ditatoriais, repressão sexual, autoritarismo e violência são dissecados através das lentes do terror, da ficção científica e da fantasia”, dizem Deretti e Márcio Jr. O evento também traz, além dos filmes, mesas de debates, oficinas e lançamentos de livro.

Este ano, serão três oficinas: Efeitos Especiais em Maquiagem com Rodrigo Aragão, a se realizar no dia 15 de dezembro, no Centro Cultural Marieta Telles Machado; Direção de Atores para Filmes de Terror com Paulo Biscaia Filho, a se realizar nos dias 14 e 15 de dezembro, no Centro Cultural Martim Cererê; e Horror Britânico: Uma Orgia de Sangue e Pavor com Carlos Primati, a se realizar nos dias 13 e 14 de dezembro, na Escola Goiana de Desenho Animado. As inscrições estão abertas pelo sitewww.mostracrash.com e são gratuitas. É necessário ter mais de 16 anos para participar. Já a programação do cinema possui classificação indicativa de 18 anos.

A 10ª edição da CRASH é uma realização da MMarte Produções e conta com o patrocínio do Governo de Goiás, por meio da Lei Goyazes e da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte (Seduce). Tem apoio do Cine Cultura, do Museu da Imagem e do Som de Goiás, da Escola Goiana de Desenho Animado, da Hocus Pocus, da Mandrake Comic Shop, do Sebo Clepsidra, da Fantaspoa Produções, do restaurante Dona Fiinha e do coletivo Obsoleto.

Programação completa

13/12 – QUINTA-FEIRA

15:00 – Curtas Internacionais 1 (111 min)

Post Modern Mary–Dir. Joshua Long. 9 min. Australia. 2017

Follower–Dir. Jonathan Behr.9 min. Alemanha.2018

Zombie Time – Dir.AlfonsoFulgencio. 6 min. Espanha. 2018

Third Wheel–Dir. Daniel DelPurgatorio. 4 min. Estados Unidos. 2017

Faulty Father–Dir.Benjamin Welmond. 10 min. Estados Unidos. 2018  

Shoes–Dir. Ray Kermani. 4 min. Bélgica. 2018

Sunscapades–Dir. Ben Mitchell. 5 min.Reino Unido. 2018

Noctámbulos–Dir.RoménRivero.Gallardo. 8min. Espanha. 2018   

Numero 69–Dir.Giacomo de Bello. 13 min. Italia. 2018  

Patient Zero–Dir.Lars Damoiseaux. 3 min. Bélgica. 2016   

Belle à Croquer–Dir. Axel Courtière. 15 min. França. 2017          

Supine–Dir.Nicole Goode. 25 min. República Checa. 2018

17:00 – Curtas Internacionais 2 (112 min)

Exhale– Dir. Magali Magistry. 13 min. França. 2017

While you’re Asleep (my weird dreams happen) – Dir. Adrián Quintero. 2 min. México. 2018      

Keep out of Children’s Reach – Dir.Gustavo Sanchez. 9 min. Venezuela. 2017

The Scarlet Vultures –Dir. Kyle Martellacci. 14 min.Canadá. 2018   

I’m Ready – Dir. Harriet Mishoulam, Von Bilka. 3 min. Estados Unidos. 2018

Sick – Dir.Jacquelyn Marie Quinones. 14 min. EstadosUnidos. 2018

The Strange House in the Mist – Dir.Guilherme Daniel. 15 min. Portugal. 2018

Alefb’Tamuz– Dir.YaelReisfeld. 5 min. Israel. 2018   

Black Coat – Dir.Tatyana Vyshegorodtseva. 22 min. Rússia. 2017

Downside Up – Dir. Peter Ghesquiere. 15 min. Bélgica. 2016

19:00 – Longa Internacional

Gutboy: a BadtimeStory–Dir. Nick Grant. 72 min. Estados Unidos. 2017

20:15 – Lançamento do livro Cartografias do Inconsciente, de Matheus Moura (GO)

20:30 – Longa Nacionale debate com representante do filme

Christabel­– Alex Levy-Heller. 112 min. RJ/GO. 2018

 

 

 

14/12 – SEXTA-FEIRA

 

15:00–Curtas Nacionais 1 (103 min)

Casa Cheia – Dir. Carlos Nigro. 14 min. PE. 2017

Programação Normal – Dir.Rodrigo Scheid. 7 min.RS. 2018  

Tsunami Guanabara – Dir.LynaLurex, Cleyton Xavier. 27 min. CE. 2018  

Cana – Dir.Giovani SimonetiBeloto. 15 min. SP. 2018  

Aspirina para Dor de Cabeça – Dir. Philippe Bastos. 14 min. RJ. 2016

Árvore – Dir. Bibiana M. Kasper e Laís Lima. 6 min. RS. 2018

Cravo, Lírio e Rosa – Dir.Maju de Paiva. 20 min. RJ. 2018   

17:00 –Curtas Internacionais 3 (112 min)

The Masseuse – Dir. Ce Ding Tan.  20 min. Malásia. 2017 

Panic Attack – Dir. Eileen O’Meara. 3 min. Estados Unidos. 2017

Bye Bye Baby –Dir. Pablo S. Pastor. 15 min. Espanha. 2017

Maelstrøm – Dir. Carlos Gómez-Trigo. 3 min. Espanha. 2017

The Bay – Dir. JorisLaquittant. 20 min. França. 2017       

Beyond Human – Dir.Pete Burkeet. 9 min. EstadosUnidos. 2018

The Goatman of Kananaskis–Dir.Tristin Deveau. 8 min. Canadá. 2017 

Relation • Ship – Dir.Zoey Lin. 7 min. Estados Unidos. 2018

Milk – Dir.Santiago Menghini.  9 min. Canadá. 2018

Hypochondriac – Dir.Carnior. 5 min. Canadá. 2018

The HolyTank – Dir. Thomas Rodrigue. 13 min. Canadá. 2018

 

19:00 –Longa Internacional

Trauma – Dir. Lucio A. Rojas. 105 min. Chile. 2017

20:45 – Lançamento do livro Diversidade na Animação Brasileira, de Sávio Leite (org.) (MG)

21:00 – Longa Nacional e debate com representante do filme

Mormaço– Dir. Marina Meliande. 96 min. RJ. 2018

 

 

15/12 – SÁBADO

14:00 –Curtas Internacionais 4 (113 min)

Telekinetic Pleasures – Dir. Daniel Fawcett & Clara Pais. 8 min. Portugal. 2018

Sleazy Pete – Dir.FrankAppache. 11 min. Canadá. 2017  

Wettlaufers Widow – Dir. Kristian Moe. 30 min. Noruega. 2017

The Dark Room – Dir.MorganeSegaert. 20 min. França. 2017

Presepe Vivente – Dir. Lorenzo Fassina. 20 min. Itália. 2018

Flood– Dir.Malte Stein. 9 min. Alemanha. 2018   

TeethandPills – Dir. Andrea Vinciguerra. 15 min. Reino Unido. 2018

 

16:00 –Curtas Nacionais 2 (98 min)

Frame Fatal – Dir. Thiago Rabelo. 21min. GO. 2018

O Lamento da Serpente – Dir. Guilherme Dacosta. 14min. MG. 2017

A Triste Figura – Dir. Calebe Lopes. 18 min. BA.  2018  

Fataurex – Dir. Cleyton Xavier.  8 min. RJ. 2017

Tesouro – Dir. Lorena Weinketz. 1 min. SP. 2018

Sununga – Dir. Carlos Gabriel Pegoraro, LayslaBrigatto. 12 min. SP. 2018   

Para Minha Gata Mieze – Dir. Wesley Gondim. 24 min. DF. 2018

17:40 – Lançamento do livro Música Para Antropomorfos, de Fabio Zimbres (RS) e Mechanics (GO)

18:00 – Debate “O Cinema Fantástico em Tempos de Repressão”

Debatedores: Paulo Biscaia Filho, GurciusGewdner, Mayra Alarcón e Wesley Gondim.

Mediação: Carlos Primati

19:00 – Longa Internacional

Vidar the Vampire – Dir.Thomas Aske Berg, Fredrik Waldeland. 82 min. Noruega. 2017

20:30 –Sessão Matheus Marchetti e debate com o diretor

O Beijo do Príncipe – Dir. Matheus Marchetti. 11 min. SP. 2015

Bosque dos Sonâmbulos – Dir. Matheus Marchetti. 21 min. SP. 2017

As Núpcias de Drácula – Dir. Matheus Marchetti. 70 min. SP. 2018

 

16/12 –DOMINGO

15:00–Curtas Nacionais 3 (110 min)

Lilith – Dir. EdemOrtegal. 20 min. GO. 2018   

Raimundo Quintela: O Caçador de Vira-P

orco– Dir. Robson Fonseca. 15 min. PA. 2018

Onze Minutos– Dir. Hilda Lopes Pontes. 17 min. CE. 2018

O Evangelho Segundo Tauba e Primal – Dir. Márcia Deretti, Márcio Jr. 11 min. GO. 2018

Inside – Dir. Joel Caetano. 1 min. SP. 2018

Dead Teenager Séance – Dir. Dante Vescio, Rodrigo Gasparini. 22 min. SP 2018

Carne – Dir. Mariana Jaspe. 12 min. RJ. 2018     

Kairos – Dir. Leonardo Medeiros. 12 min. SP. 2017

17:00 –Longa Internacional

Exodusto Shanghai – Dir. Anthony Hickox. 79 min. Austria. 2015

18:30 – Lançamento do livro Ecos Humanos, de Edgar Franco (GO) e Eder Santos (SP)

19:00 – Longa Internacional

A Casa Lobo – Dir. JoaquínCociña, Cristóbal León. 73 min. Chile, Alemanha. 2018

 

20:20 – Longa Nacional e debate com Rodrigo Aragão

A Mata Negra – Dir. Rodrigo Aragão. 98 min. ES. 2018

OFICINAS GRATUITAS! VAGAS LIMITADAS!

Inscrições pelo site www.mostracrash.com

Idade mínima: 16 anos

 

1 – EFEITOS ESPECIAIS EM MAQUIAGEM COMRODRIGO ARAGÃO

Data: 15/12/2018

Horário: 9h às 12h e 14h às 19h

Local: Centro Cultural Marieta Telles Machado (Praça Cívica, n° 2 – Centro)

2 – DIREÇÃO DE ATORES PARA FILMES DE TERROR COM PAULO BISCAIA FILHO

Data: 14 e 15/12/2018

Horário: 14h às 18h

Local: Centro Cultural Martim Cererê (Travessa Bezerra de Menezes, s/n – Setor Sul)

3 – HORROR BRITÂNICO: UMA ORGIA DE SANGUE E PAVOR COM CARLOS PRIMATI

Data: 13 e 14/12/2018

Horário: 14h às 18h

Local: Escola Goiana de Desenho Animado (Al. Botafogo, 235 – Sala 2 – Centro)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.