Caixa Cultural Brasília recebe o romantismo da colombiana Maria Cristina Plata

0

Maria Cristina Plata é uma das principais cantoras colombianas da atualidade. Possui dois CDs como solista, voz doce de mezzo soprano que se assemelha a Mônica Salmaso, um repertório tendo as relações de amor como tema constante. Não por acaso, ela é a atração da Série Solo Música em junho, bem na semana dos namorados, com show marcado para o dia 13, quarta-feira, às 20h. Será uma noite cujo tema central será o amor. O público brasiliense terá a chance imperdível de descobrir uma nova cantora.

Esta é a primeira vez que Maria Cristina Plata virá a Brasília. “Ela é uma grande cantora, que aos poucos vem ganhando destaque internacional, participando e festivais importantes na Europa”, diz Alvaro Collaço, produtor da Série Solo Música, que conheceu a artista em 2016 no Circulart, Festival de música em Medellin, Colômbia.

Não bastassem as qualidades artísticas de Maria Cristina Plata, há o fato de recitais artistas latino-americanos não serem tão comuns no Brasil, algo com o que a Série Solo Música tem apontado ao trazer anualmente músicos de diferentes países da América do Sul. Em 2016 foi o venezuelano Nelson Gonzales, em 2017, o peruano Frederico Tarazona. “Ambos são instrumentistas, faltava na Série mostrar um pouco do universo de nossos vizinhos através de palavras, do canto, um recital de canções como ocorrerá agora com Maria Cristina Plata”.

Maria Cristina Plata é graduada em Música pela Universidade Autônoma de Bucaramanga. Foi diretora e fundadora do dueto Trapiche Molé, com o qual obteve 19 prêmios a nível nacional entre os quais o “Gran Mono Nuñez”, em  2010. Em 2014, lançou-se em carreira solo com o lançamento do CD “Todas as Flores”, que marcou o início de sua carreira solo e com o qual obteve canções com sucesso na Rádio Nacional de Colômbia. A este seguiu “Después de Tudo- Compilado Latinoamericano”, de 2017, disco sensível e nostálgico, que traz participações especiais de Elsa & El Mar, Marta Gómez e Ángel Parra.

Participou de festivais importantes como o Sziget Festival, em Budapeste, Hungria, e o Festival Les Cultures Du Monde, em Gannat, França. Apresentou-se ainda na Alemanha, Áustria, Brasil, Cuba, Espanha, Inglaterra e Itália. Obteve o Prêmio RTVC de melhor show case do Bogotá Music Market. Participou na Colômbia de outros festivais importantes de negócios como o Circulart, de Medellin, e o Micsur, de Bogotá.

Inspirada na música andina e latino-americana, Maria Cristina traz em seus trabalhos ritmos da Colômbia como o “passaje llanero”, o “carnavalito”, o “bambuco” e o “bulerengue”, que se transformam com sua voz e novos arranjos em uma experiência renovadora.

A apresentação de Maria Cristina Plata dentro da Série Solo Música, em 13 de junho, às 20h, tem patrocínio da Caixa e do Governo Federal e é uma realização de Alvaro Collaço Produções, com produção local de Tatiana Carvalhedo Produções. Ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) podem ser adquiridos a partir do sábado anterior à data do evento, na bilheteria da Caixa Cultural Brasília (aberta das 13h às 21h de terça a sexta-feira e aos domingos; e das 9h às 21h aos sábados). Informações: 3206-6456. Classificação indicativa: 12 anos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.